Conselho Curatorial - Viagem Literária
 

Conselho Curatorial

Foto: Divulgação

Adriana Cybele Ferrari

Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas de Informação e Instituições/Universidade de São Paulo

Bibliotecária, especialista em Sistemas de Informação e em Gestão da Qualidade. Foi diretora técnica do Sistema Integrado de Bibliotecas e da Biblioteca Florestan Fernandes da Universidade de São Paulo, onde atualmente está como chefe técnica. Como assessora na Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, idealizou e coordenou os projetos das Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos. É vice-presidente da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições, e membro do Comitê de Bibliotecas Públicas da International Federation of Library Associations.


Foto: Divulgação

Angelina Moreira de Souza

Prefeitura Municipal de Diadema/São Paulo

Graduada em Biblioteconomia e estudante de Pedagogia pela Universidade de São Paulo, e especialista em Gestão Cultural pelo Senac. É bibliotecária nas bibliotecas Interativa de Inclusão Nogueira e Serraria, da Secretaria de Cultura de Diadema, São Paulo. É mediadora do clube de leitura Leia Mulheres Diadema, contribui com o Clube do Livro Diadema e com o Grupo de Trabalho de Governança do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo.


Foto: Divulgação

Bethe Ferreira

Goethe-Institut São Paulo

Graduada em Biblioteconomia pela Universidade de São Paulo. Integra a equipe do Goethe-Institut São Paulo – Centro de Cultura Brasil Alemanha –, coordenando o Programa de Fomento à Tradução, que subsidia a tradução de obras alemãs para o português e desenvolve atividades voltadas aos profissionais da área de tradução. Também é responsável pelos projetos literários da biblioteca do Instituto.


Foto: Divulgação

Elisângela Fernandes

Rede de Leitura e Escrita de Qualidade para Todos

Graduada em Jornalismo e mestranda em Educação. É assessora de Comunicação da Rede LEQT. Atua no campo educacional, com passagem pelo Todos pela Educação, revistas Nova Escola e Gestão Escolar, TV Univesp, Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Cenpec e Fundação Carlos Chagas. Finalista do Esso 2013, foi vencedora dos prêmios Abril e Andifes em 2012. Foi fundadora e diretora (2016-2020) da Jeduca, onde, atualmente, integra o Comitê Editorial.


Foto: Vugulu

Giovanna Carvalho Sant’Ana

SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura

Mestranda em Gestão da Informação e especialista em Gestão de Projetos pela Universidade de São Paulo, em Atendimento ao Cliente pela Greystone College (Canadá) e em Gestão Cultural pelo Sesc São Paulo. Desde 2008 atua na elaboração, implementação, gestão, monitoramento e avaliação de políticas públicas e de programas no terceiro setor, com foco na operação de projetos, edição de conteúdos e gestão de processos. Atualmente é gerente de Programas e Projetos e representante dos funcionários no Conselho de Administração da SP Leituras.


Foto: Divulgação

Gonzalo Oyarzún

Universidad Tecnológica Metropolitana (Chile)

Bibliotecário, mestre em Direção e Gestão de Indústrias Culturais e Criativas, consultor internacional e professor universitário. Foi responsável pelo Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas do Chile, presidente do Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas, membro do Conselho do Livro e da Leitura do Chile e diretor-fundador da Biblioteca Santiago, Chile. Possui publicações em livros e revistas, em formato impresso e digital em diversos países. Em 2021, publicou A biblioteca imaginada: jardim para criar comunidade.


Foto: Divulgação

Ilíria Ruiz Pilissari

Coordenadora de Biblioteca - Biblioteca Sabesp

Graduada em Biblioteconomia, com MBA em Marketing. Atua como Coordenadora de Biblioteca na SABESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, onde desenvolve um planejamento estratégico focado em transformar a biblioteca especializada em um ambiente atrativo para seus usuários, seguindo a linha das "bibliotecas vivas", um espaço de pesquisa, conhecimento e lazer.


Foto: Divulgação

Mariangela Ferreira Andrade

Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas / Ministério do Turismo

Doutora e mestra em Literatura e Práticas Sociais, especialista em Relações Internacionais e graduada em Tradução-Inglês pela Universidade de Brasília. É também especialista em Direito Público pelo Instituto Processus de Brasília e graduada em Direito pelo Centro de Ensino Superior de Brasília. É analista técnico-administrativo, lotada na coordenação geral do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas; encarregada como coordenadora substituta. Foi pesquisadora visitante no Espaço Llansol, Portugal. Na Fundação Cultural Palmares, foi chefe de divisão do Acervo Bibliográfico, coordenadora técnico-administrativo e gerente da assessoria de Gestão Estratégica. Desde 2010 é tradutora voluntária do TED – Ideas Worth Spreading.


Foto: Marcelo Nakano

Marilena Nakano

Rede Beija-flor de Pequenas Bibliotecas Vivas de Santo André

Pós-doutora pela Université Paris 13 (França), doutora na área de Educação, Estado e Sociedade pela Universidade de São Paulo. Sócia-fundadora da Rede Beija-flor de Pequenas Bibliotecas Vivas de Santo André. Tem experiência na área de educação em formação de professores. Foi cooperante na África, em Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, na alfabetização de jovens e adultos; e, na França, professora de educadores sociais, no campo da mediação de território. Atua como pesquisadora do grupo de pesquisa de universidades latino-americanas e é membra dos Fóruns de Cultura da cidade de Santo André.


Foto: Divulgação

Natalia Terumi Moriyama

Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura / Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

Bacharel em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing e MBA, em curso, em Gestão de Projetos pela Universidade de São Paulo. Atuou com marketing e negócios em empresas de consultoria de TI, e com consultoria e produção cultural, gestão de projetos e captação de recursos, com passagens pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, pela Associação Museu Afro Brasil e como representante regional da capital junto ao Sistema Estadual de Museus de São Paulo. É autora de dois livros para o público infantojuvenil e parecerista de editais do ProAC. Atualmente, integra a Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.


Foto: Osmar Moura

Neide Aparecida de Almeida

Fio.de.Contas Produções

Socióloga, especialista em Gestão Cultural e mestra em Linguística. Escritora, poeta, educadora, pesquisadora, produtora e gestora cultural. Consultora na área de direitos humanos, leitura, literatura e relações étnico-raciais. Coordena a Coleção Insurgências, da Editora Jandaíra, e é colaboradora da Revista Emília. Esteve na secretaria executiva da Rede LEQT e coordenou o núcleo de educação do Museu Afro Brasil. Publicou o livro Nós: 20 poemas e uma Oferenda e tem publicado poemas e crônicas em revistas e em antologias. Pela Fio.de.Contas Produções Culturais, realiza cursos, ações e eventos.


Foto: Equipe SP Leituras

Pierre André Ruprecht

SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura

Administrador pela Fundação Getulio Vargas. Foi professor de Metodologia da Pesquisa em Comunicação, atuou na área de multimeios e formação, foi coordenador geral da assessoria da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e dirigente de planejamento em empresas e projetos na área cultural. Desde 2011, atua como diretor executivo da SP Leituras, organização social focada em leitura, bibliotecas, cultura e conhecimento. Como tal, encabeçou o projeto de instalação e operação da Biblioteca Parque Villa-Lobos, indicada como uma das três bibliotecas públicas do ano pela Feira do Livro de Londres e uma das cinco melhores bibliotecas públicas do mundo pela IFLA. Por meio de contrato de gestão com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, está à frente, também, das ações do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas e da Biblioteca de São Paulo, uma das quatro bibliotecas do ano de 2018 pela Feira do Livro de Londres.


Foto: Divulgação

Silviane Aparecida Sanches Sanches Rodrigues

Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista / São Paulo

Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Estadual Paulista, atua com gestão de bibliotecas públicas, universitárias e digitais, e adequação de acervos. Foi bibliotecária das faculdades Orígenes Lessa e Sudoeste Paulista e coordenadora técnica dos projetos Espaço Cultural Cidade do Livro e Modernização do Laboratório de Digitalização e Preservação Digital. Integrante da diretoria de Cultura da Prefeitura de Lençóis Paulista, é responsável pelas Bibliotecas Municipal e Digital Orígenes Lessa, Biblioteca Infantil Monteiro Lobato e pelo Centro de Documentação Espaço Cultural Cidade do Livro, respondendo pelos programas Feira de Trocas de Livros e Geladeirotecas.


Foto: Divulgação

Sueli Regina Marcondes Motta

SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura

Formada em Biblioteconomia pela Fundação Escola de Sociologia Política de São Paulo, com extensão em Qualidade de Vida no Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e pós-graduação em Gestão Empresarial. Atuou em biblioteca escolar e foi responsável pela implantação de bibliotecas técnicas em conglomerados nacional e multinacional. Atualmente é superintendente de Biblioteca da SP Leituras, gerenciando dois equipamentos estaduais indicados a prêmios nacionais e internacionais: a Biblioteca de São Paulo e a Biblioteca Parque Villa-Lobos.


Foto: Divulgação

Valéria Martin Valls

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Doutora e mestra em Ciências da Comunicação e graduada em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade de São Paulo, com extensão universitária em Docência pela Fundação Getulio Vargas e aperfeiçoamento em Tecnologia na Educação pela Universidade Federal do Ceará. Coordenadora acadêmica e docente do curso de graduação em Biblioteconomia e docente de pós-graduação da área de Ciência da Informação da Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Membra do Conselho de Administração da SP Leituras, do Conselho Federal de Biblioteconomia, coordenadora da Comissão de Ética Profissional, ouvidora e participante da Comissão de Diversidade e Acessibilidade. É também coordenadora regional São Paulo da Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação. Como orientadora, foi contemplada com o Prêmio da ABECIN de melhor trabalho de conclusão de curso de graduação em 2014, 2016 e 2020. Consultora associada em projetos ligados à gestão da qualidade, informação e conhecimento, e palestrante nos seguintes temas: gestão do conhecimento, inovação e aspectos contemporâneos da área de Biblioteconomia e Ciência da Informação.


Governo do Estado de SP