/ governosp
Conselho Curatorial - Viagem Literária
 

Conselho Curatorial

Adriana Cybele Ferrari

Universidade de São Paulo / Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas de Informação e Instituições

Bibliotecária, especialista em Sistemas de Informação e em Gestão da Qualidade. Foi diretora técnica do Sistema Integrado de Bibliotecas e da Biblioteca Florestan Fernandes da Universidade de São Paulo, onde atualmente está como chefe técnica. Como assessora na Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, idealizou e coordenou os projetos das Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos. É vice-presidente da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições, e membro do Comitê de Bibliotecas Públicas da International Federation of Library Associations.


Amanda Leal de Oliveira

Piracaia na Leitura / Instituto Cultura Etc.

Socióloga, doutora em Ciência da Informação, docente universitária e graduanda em biblioteconomia. Atua há mais de 20 anos em projetos de fortalecimento de bibliotecas comunitárias, escolares, públicas e formação de mediadores de leitura. É co-idealizadora e coordenadora do premiado projeto Piracaia na Leitura, na cidade de Piracaia, São Paulo.


Bethe Ferreira

Goethe-Institut São Paulo

Graduada em Biblioteconomia pela Universidade de São Paulo. Trabalha no Goethe-Institut São Paulo – Centro de Cultura Brasil Alemanha desde 2003, onde atualmente coordena o Programa de Fomento à Tradução, que subsidia a tradução de obras alemãs para o português e desenvolve atividades voltadas aos profissionais da área de tradução. Também é responsável pelos eventos literários da biblioteca do Instituto.


Giovanna Carvalho Sant’Ana

SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura

Mestranda em Gestão da Informação e especialista em Gestão de Projetos pela Universidade de São Paulo, em Customer Service pela Greystone College (Canadá) e em Gestão Cultural pelo Sesc São Paulo. Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual Paulista, atua na área cultural desde 2008, com passagem pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, Fundunesp e Amazon Logistics. Atualmente está gerente de Programas e Projetos na SP Leituras, com atuação na elaboração, planejamento, execução, monitoramento e avaliação de programas e projetos socioculturais, literários e educacionais.


Ilíria Ruiz Pilissari

Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura / Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

Graduada em Biblioteconomia, com MBA em Marketing. Atua como diretora técnica na Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. É coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo, junto ao Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas, e membro da Comissão Editorial do Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas, onde participa da avaliação de notícias e manualização de processos.


Marilena Nakano

Rede Beija-flor de Pequenas Bibliotecas Vivas de Santo André

Fundadora da Rede Beija-flor de Pequenas Bibliotecas Vivas de Santo André, pedagoga e historiadora. Pós-doutora pela Université Paris 13 (França), doutora e mestre na área de Educação, Estado e Sociedade pela Universidade de São Paulo, e professora aposentada do Centro Universitário Fundação Santo André. Tem experiência na área de educação, na formação de professores. Foi cooperante na África, em São Tomé e Príncipe e Cabo Verde, na alfabetização de jovens e adultos, e na França, professora de educadores sociais, no campo da mediação de território.


Natalia Terumi Moriyama

Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura / Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

Bacharel em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, trabalhou 18 anos com marketing e negócios em empresas de consultoria de TI. Por dois esteve à frente das operações em subsidiárias na Colômbia, Venezuela e Peru, e, em 2009, retornou ao Brasil para atuar no segmento cultural. Trabalhou com gestão de projetos culturais e captação de recursos, com passagens pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e pela Associação Museu Afro Brasil. Foi produtora cultural e representante regional da capital junto ao Sistema Estadual de Museus do Estado de São Paulo (2019 e 2020). É autora de dois livros para o público infantojuvenil, parecerista de editais do ProAC e trabalha na Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.


Neide Almeida

Rede de Leitura e Escrita de Qualidade para Todos

Escritora, poeta, educadora, pesquisadora, produtora e gestora cultural. Socióloga pela FESPSP, mestre em Linguística pela PUC-SP e especialista em Gestão Cultural Contemporânea pelo Itaú Cultural. Atua na área de direitos humanos, especialmente no campo da leitura e das relações étnico-raciais. Trabalhou no programa Prazer em Ler do Instituto C&A, no Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil, e atuou no GD do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca de São Paulo como membro da sociedade civil. Em 2018 integrou o júri final do Prêmio São Paulo de Literatura. É autora do livro de poesia Nós: 20 poemas e uma Oferenda (Ciclo Continuo Editorial, 2018).


Pierre André Ruprecht

SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura

Administrador pela Fundação Getulio Vargas. Foi professor de Metodologia da Pesquisa em Comunicação, atuou na área de multimeios e formação, foi coordenador geral da assessoria da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e dirigente de planejamento em empresas e projetos na área cultural. Desde 2011 atua como diretor executivo da SP Leituras, organização social focada em leitura, bibliotecas, cultura e conhecimento. Como tal, encabeçou o projeto de instalação e operação da Biblioteca Parque Villa-Lobos, indicada como uma das três bibliotecas públicas do ano pela Feira do Livro de Londres e uma das cinco melhores bibliotecas públicas do mundo pela IFLA. Por meio de contrato de gestão com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, está à frente, também, das ações do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas e da Biblioteca de São Paulo, uma das quatro bibliotecas do ano de 2018 pela Feira do Livro de Londres.


Sueli Regina Marcondes Motta

SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura

Formada em Biblioteconomia pela Fundação Escola de Sociologia Política de São Paulo, com curso de extensão em Qualidade de Vida no Trabalho pela PUC São Paulo, e pós-graduada em Gestão Empresarial. Atuou em biblioteca escolar, foi responsável pela implantação de bibliotecas técnicas em conglomerados nacional e multinacional. Atualmente está na gestão pública como superintendente de Biblioteca da SP Leituras, gerenciando dois equipamentos estaduais indicados a prêmios nacionais e internacionais: a Biblioteca de São Paulo e a Biblioteca Parque Villa-Lobos.


Valéria Martin Valls

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Doutora e mestre em Ciências da Comunicação e graduada em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade de São Paulo, com extensão universitária em Docência pela Fundação Getulio Vargas. Coordenadora acadêmica e docente do curso de graduação em Biblioteconomia e docente de pós-graduação da área de Ciência da Informação da Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Membro do Conselho de Administração da SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura e coordenadora regional São Paulo da Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação, gestão 2019-2022. Como orientadora, foi contemplada com o Prêmio da ABECIN de melhor TCC de graduação em 2014, 2016 e 2020. Consultora associada em projetos ligados à gestão da qualidade, informação e conhecimento, é também palestrante nos seguintes temas: gestão do conhecimento, inovação e aspectos contemporâneos da área de Biblioteconomia e Ciência da Informação.


Ouvidoria Transparência SIC