Agenda

Confira a programação de 2017!

jul
5
qua
2017
A mediação da leitura pela escrita – MOGI DAS CRUZES @Biblioteca Pública Municipal Benedicto Sérvulo de Sant’Anna
jul 5@10:00 – 17:00
A mediação da leitura pela escrita - MOGI DAS CRUZES @ Biblioteca Pública Municipal Benedicto Sérvulo de Sant’Anna | São Paulo | Brasil

OFICINA COM ROBERTO TADDEI
Autor dos romances “Existe e está aqui e então acaba” (2014) e “Terminá-lia” (2013). Mestre em Criação Literária pela Columbia University e coordenador do curso de pós-graduação Formação de Escritores, do Instituto Vera Cruz, em São Paulo. Escreve resenhas críticas para o caderno Ilustrada do jornal Folha de S. Paulo.

INSCRIÇÕES, CLIQUE AQUI.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

No ensaio “Como se deve ler um livro” Virginia Woolf defende que a melhor maneira de se compreender o que um autor faz talvez não seja ler, mas sim escrever, “fazer seu próprio experimento com as dificuldades e os riscos das palavras”. Desse modo o leitor se colocaria não como um receptor passivo de quem se espera a validação do livro, mas sim como um “autor” capaz de se relacionar com o texto de forma criativa e privilegiada. Neste curso investigaremos como a escrita pode ajudar na leitura e compreensão da obra literária.

OBJETIVOS
• Problematizar a autonomia e a autoridade do leitor na relação com a obra literária;
• Discutir os processos criativos e cognitivos relacionados à escrita literária;
• Investigar procedimentos criativos utilizados por autores em textos literários;
• Avaliar a possibilidade da escrita como processo de mediação da leitura.

CONTEÚDO
• A escrita literária e a escrita cotidiana;
• Ler o mundo como um autor;
• O risco da alienação pela leitura;
• Autor e leitor como sistema único;
• O processo de escrita.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

jul
11
ter
2017
Mediação de leitura: palavras pelo avesso – LIMEIRA @Biblioteca Pública Municipal João de Sousa Ferraz
jul 11@10:00 – 17:00
Mediação de leitura: palavras pelo avesso - LIMEIRA @ Biblioteca Pública Municipal João de Sousa Ferraz

OFICINA COM LILIAN MARCHETTI
Atriz, arte educadora, contadora de histórias e diretora de teatro, atuando há vinte cinco anos na área da literatura. Ministrou aulas e oficinas no Senac-SP, no bairro de Paraisópolis em São Paulo, em Salvador (BA), em diversas unidades do Sesc-SP e, em 2015, no April Festival de teatro infanto-juvenil, na Dinamarca. Leciona teatro e mediação de leitura para adolescentes no Instituto Matéria Prima.

INSCRIÇÕES, CLIQUE AQUI.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

O conhecimento da palavra e o entendimento do seu sentido aproxima o leitor de si mesmo e amplia o mundo a dimensões infinitas. O seu bom entendimento possibilita uma troca genuína com o pensar e com a expressão do que se pensa. Os benefícios, a alegria e o acolhimento da literatura são muito amplos. Falar sobre isso é abrir portas para um universo sem fim.

OBJETIVOS
• Despertar o interesse pelas várias formas de mediar leitura;
• Atentar para todos os benefícios individuais e sociais da mediação;
• Demonstrar a força da palavra escrita, por meio de minicontos, contos curtos, haicais, quadrinhas e poesia;
• Experimentar a força física da palavra, libertando-a do âmbito intelectual e subjetivo, para criar e apreciar sua escultura.

CONTEÚDO E PROGRAMA
• A importância da literatura e sua história na construção da humanidade;
• Quadrinhas, haicais e minicontos;
• A sabedoria, humor, inteligência, cultura e sagacidade contidos nas formas rápidas e eficientes de escrita;
• Contos e poesia;
• A voz só vem com a fala, a fala vem com a palavra, a palavra só vem com sentido;
• Práticas e troca de experiências.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

jul
25
ter
2017
Contação de histórias: a paixão pela palavra – SÃO PAULO @Biblioteca de São Paulo
jul 25@10:00 – 17:00
Contação de histórias: a paixão pela palavra - SÃO PAULO @ Biblioteca de São Paulo | São Paulo | Brasil

OFICINA COM KIARA TERRA
Paulistana, estudou no Teatro Escola Célia Helena. Fez Comunicação das Artes do Corpo na PUC/SP. Contadora de histórias desde 1998. Em 2009 lançou seu primeiro livro “A menina dos pais criança”. Também escreveu “Hocuspocus” e “O Tatu-bola e a Girafa”. Há 15 anos criou o método de contação de histórias chamado a História Aberta, em que a narrativas acontecem com participação do público. Escuta e técnicas de improvisação são os principais recursos desse modo de narrar histórias. Atualmente apresenta-se em todo o Brasil para crianças e adultos, atuando também na formação de educadores.

As inscrições serão abertas dia 26 de junho.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

A paixão pela palavra – Narrar escrever ler para pertencer ao mundo – Um olhar sobre como construir conhecimento de modo colaborativo. Na biblioteca, histórias novas nascem, muitas se transformam todos os dias. Algumas vezes de modo delicado e silencioso: quando a história da pessoa encontra a história do livro. As transformações pequenas e constantes geram homens e mulheres com capacidade de se vincular ao espaço que convivem, aprender a amar, reconhecer sua memória e colaborar para sua continuidade.

CONTEÚDO
• Como escolher e adaptar uma narrativa;
• Adaptando a narrativa clássica para uma história interativa;
• Como desenvolver uma história envolvente;
• Redes para construção do conhecimento;
• Leitura integral da capacidade de atribuir sentido ao que se vive;
• O narrador;
• Desenvolvendo a capacidade de escuta e condução da participação;
• O encontro significativo entre as histórias a memória e a narrativa compartilhada;
• Do objeto cênico às técnicas de narração interativas.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

ago
29
ter
2017
Coaching na atuação do profissional da informação – SÃO PAULO @Biblioteca de São Paulo
ago 29@10:00 – 17:00
Coaching na atuação do profissional da informação - SÃO PAULO @ Biblioteca de São Paulo | São Paulo | Brasil

OFICINA COM ADRIANA MARIA DE SOUZA
Mestre em Ciência da Informação pela ECA-USP. É docente do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação da FESPSP. Atua como consultora em Unidades de Informação e como coach individual e de equipes. Possui certificações em coaching, artigos e livro publicado.

As inscrições serão abertas no dia 28 de julho.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

OBJETIVOS
• Empoderar os participantes para o autoconhecimento;
• Cooperar para a melhoria das interações humanas;
• Identificar valores e talentos;
• Realizar um plano de ação de desenvolvimento pessoal.

CONTEÚDO
• Metas de aprendizado x metas de desempenho;
• Ferramenta STOP;
• Comunicação não violenta.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

set
13
qua
2017
A importância dos contos de fadas na formação da personalidade leitora – ITAPETININGA @Biblioteca Pública Municipal Dr. Júlio Prestes de Albuquerque
set 13@10:00 – 17:00
A importância dos contos de fadas na formação da personalidade leitora - ITAPETININGA @ Biblioteca Pública Municipal Dr. Júlio Prestes de Albuquerque | São Paulo | Brasil

CURSO COM ILÍADA DE CASTRO
Doutora em Artes, mestre em Teatro e licenciada em Educação Artística, com habilitação em Artes Cênicas pela ECA/USP. É professora do MBA da Fundação Instituto de Administração (FIA), do Sebrae, da Fundação Vanzolini e do MBA do Programa de Educação Continuada em Engenharia, ambos da Escola Politécnica da USP. É sócia e consultora do Instituto de Desenvolvimento de Excelência Pessoal e Empresarial (Indepe).

As inscrições serão abertas dia 14 de agosto.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

Os contos de fadas tratam de verdades universais na deliciosa forma de metáforas, ensinando comportamentos, visão de mundo, espalhando consolo e esperança.

OBJETIVOS
• Apresentar os estudos realizados sobre o tema nas diferentes áreas do conhecimento;
• Identificar os benefícios resultantes desse material tão rico de significados;
• Entender os motivos que levaram essas histórias seculares chegarem até os dias de hoje, conservando sua importância;
• Demonstrar o quanto contos de fadas podem influenciar comportamentos.

CONTEÚDO
• O poder do imaginário;
• As origens e a estrutura dos contos de fadas;
• As obras de Perrault e Grimm;
• A simbologia dos contos de fadas, segundo diferentes interpretações;
• Era uma vez… uma senha para o universo mágico;
• Análise de contos clássicos e suas diferentes adaptações;
• Contos de fadas e o amadurecimento da personalidade leitora.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

set
29
sex
2017
A importância dos contos de fadas na formação da personalidade leitora – CARAGUATATUBA @Biblioteca Pública Municipal Afonso Schmidt
set 29@10:00 – 17:00
A importância dos contos de fadas na formação da personalidade leitora - CARAGUATATUBA @ Biblioteca Pública Municipal Afonso Schmidt

CURSO COM ILÍADA DE CASTRO
Doutora em Artes, mestre em Teatro e licenciada em Educação Artística, com habilitação em Artes Cênicas pela ECA/USP. É professora do MBA da Fundação Instituto de Administração (FIA), do Sebrae, da Fundação Vanzolini e do MBA do Programa de Educação Continuada em Engenharia, ambos da Escola Politécnica da USP. É sócia e consultora do Instituto de Desenvolvimento de Excelência Pessoal e Empresarial (Indepe).

As inscrições serão abertas dia 28 de agosto.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

Os contos de fadas tratam de verdades universais na deliciosa forma de metáforas, ensinando comportamentos, visão de mundo, espalhando consolo e esperança.

OBJETIVOS
• Apresentar os estudos realizados sobre o tema nas diferentes áreas do conhecimento;
• Identificar os benefícios resultantes desse material tão rico de significados;
• Entender os motivos que levaram essas histórias seculares chegarem até os dias de hoje, conservando sua importância;
• Demonstrar o quanto contos de fadas podem influenciar comportamentos.

CONTEÚDO
• O poder do imaginário;
• As origens e a estrutura dos contos de fadas;
• As obras de Perrault e Grimm;
• A simbologia dos contos de fadas, segundo diferentes interpretações;
• Era uma vez… uma senha para o universo mágico;
• Análise de contos clássicos e suas diferentes adaptações;
• Contos de fadas e o amadurecimento da personalidade leitora.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

out
5
qui
2017
A mediação da leitura pela escrita – ITANHAÉM @Biblioteca Pública Municipal Poeta Paulo Bomfim
out 5@10:00 – 17:00
A mediação da leitura pela escrita - ITANHAÉM @ Biblioteca Pública Municipal Poeta Paulo Bomfim | São Paulo | Brasil

OFICINA COM ROBERTO TADDEI
Autor dos romances “Existe e está aqui e então acaba” (2014) e “Terminá-lia” (2013). Mestre em Criação Literária pela Columbia University e coordenador do curso de pós-graduação Formação de Escritores, do Instituto Vera Cruz, em São Paulo. Escreve resenhas críticas para o caderno Ilustrada do jornal Folha de S. Paulo.

As inscrições serão abertas dia 4 de setembro.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

No ensaio “Como se deve ler um livro” Virginia Woolf defende que a melhor maneira de se compreender o que um autor faz talvez não seja ler, mas sim escrever, “fazer seu próprio experimento com as dificuldades e os riscos das palavras”. Desse modo o leitor se colocaria não como um receptor passivo de quem se espera a validação do livro, mas sim como um “autor” capaz de se relacionar com o texto de forma criativa e privilegiada. Neste curso investigaremos como a escrita pode ajudar na leitura e compreensão da obra literária.

OBJETIVOS
• Problematizar a autonomia e a autoridade do leitor na relação com a obra literária;
• Discutir os processos criativos e cognitivos relacionados à escrita literária;
• Investigar procedimentos criativos utilizados por autores em textos literários;
• Avaliar a possibilidade da escrita como processo de mediação da leitura.

CONTEÚDO
• A escrita literária e a escrita cotidiana;
• Ler o mundo como um autor;
• O risco da alienação pela leitura;
• Autor e leitor como sistema único;
• O processo de escrita.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

nov
7
ter
2017
A biblioteca como makerspace: espaço de criação – CHAVANTES @Biblioteca Pública Municipal Miguel Mofarrej
nov 7@10:00 – 17:00
A biblioteca como makerspace: espaço de criação - CHAVANTES @ Biblioteca Pública Municipal Miguel Mofarrej

OFICINA COM VALÉRIA VALLS
Mestre e doutora em Ciências da Comunicação e graduada em Biblioteconomia e Documentação pela ECA/USP, com extensão universitária em Docência na FGV. É coordenadora e docente do curso de graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação da FaBCI/FESPSP e do curso de pós-graduação da Escola Pós-Graduada da FESPSP (Núcleo de Ciência da Informação). É palestrante e consultora associada em projetos de gestão da qualidade, informação e conhecimento.

As inscrições serão abertas dia 6 de outubro.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

OBJETIVOS
• O que é o makerspace;
• Discutir a atuação das bibliotecas como makerspaces, incluindo troca de experiências e propostas de ações para impulsioná-las e aproximá-las de suas comunidades.

CONTEÚDO E PROGRAMA
• Breve panorama sobre o Movimento Maker;
• A biblioteca como makerspace;
• Apresentação de experiências internacionais e nacionais;
• Por onde começar? Ações para impulsionar nossas bibliotecas;
• Troca de experiências.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

nov
8
qua
2017
A biblioteca como makerspace: espaço de criação – LENÇÓIS PAULISTA @Espaço Cultural Cidade do Livro
nov 8@10:00 – 17:00
A biblioteca como makerspace: espaço de criação - LENÇÓIS PAULISTA @ Espaço Cultural Cidade do Livro | São Paulo | Brasil

OFICINA COM VALÉRIA VALLS
Mestre e doutora em Ciências da Comunicação e graduada em Biblioteconomia e Documentação pela ECA/USP, com extensão universitária em Docência na FGV. É coordenadora e docente do curso de graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação da FaBCI/FESPSP e do curso de pós-graduação da Escola Pós-Graduada da FESPSP (Núcleo de Ciência da Informação). É palestrante e consultora associada em projetos de gestão da qualidade, informação e conhecimento.

As inscrições serão abertas dia 6 de outubro.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

OBJETIVOS
• O que é o makerspace;
• Discutir a atuação das bibliotecas como makerspaces, incluindo troca de experiências e propostas de ações para impulsioná-las e aproximá-las de suas comunidades.

CONTEÚDO E PROGRAMA
• Breve panorama sobre o Movimento Maker;
• A biblioteca como makerspace;
• Apresentação de experiências internacionais e nacionais;
• Por onde começar? Ações para impulsionar nossas bibliotecas;
• Troca de experiências.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!

nov
9
qui
2017
A biblioteca como makerspace: espaço de criação – SANTA RITA DO PASSA QUATRO @Biblioteca Pública Municipal Dr. Evandro Mesquita
nov 9@10:00 – 17:00
A biblioteca como makerspace: espaço de criação - SANTA RITA DO PASSA QUATRO @ Biblioteca Pública Municipal Dr. Evandro Mesquita

OFICINA COM VALÉRIA VALLS
Mestre e doutora em Ciências da Comunicação e graduada em Biblioteconomia e Documentação pela ECA/USP, com extensão universitária em Docência na FGV. É coordenadora e docente do curso de graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação da FaBCI/FESPSP e do curso de pós-graduação da Escola Pós-Graduada da FESPSP (Núcleo de Ciência da Informação). É palestrante e consultora associada em projetos de gestão da qualidade, informação e conhecimento.

As inscrições serão abertas dia 6 de outubro.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

OBJETIVOS
• O que é o makerspace;
• Discutir a atuação das bibliotecas como makerspaces, incluindo troca de experiências e propostas de ações para impulsioná-las e aproximá-las de suas comunidades.

CONTEÚDO E PROGRAMA
• Breve panorama sobre o Movimento Maker;
• A biblioteca como makerspace;
• Apresentação de experiências internacionais e nacionais;
• Por onde começar? Ações para impulsionar nossas bibliotecas;
• Troca de experiências.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!