/ governosp
Importante compartilhar com as crianças as memórias da família - Viagem Literária
Poesia: de 9 a 27 de novembro de 2020 | Contação de Histórias: de 4 a 29 de outubro de 2021

Blog

Importante compartilhar com as crianças as memórias da família

Carlos Godoy, criador da Cia Mapinguary, conta três motivos que o levaram a ser um narrador de histórias. O primeiro são as vivências de infância. Criado em Dracena, cidade do interior de São Paulo, desfrutou das aventuras que a vida ao ar livre proporciona. “Em casa, as galinhas brincavam no quintal, eu pegava ovos quentinhos no ninho, subia no pé de goiaba, apanhava manga no chão, nadava no rio, ajudava meu pai a cuidar dos cavalos e minha mãe era cozinheira, fazia pães. Ambiente perfeito para acumular várias aventuras.”

 

Por conta dessas lembranças, Carlos acredita ser muito importante inserir a criança no contexto das histórias de família, principalmente para criar vínculos afetivos com os antepassados. “A história deles é a história dela também”, justifica.

 

O segundo motivo são os inúmeros causos ouvidos de contadores e repentistas durante sua longa temporada como ator no Vale do Jequitinhonha.  “E, em 2000, descobri o livro de contos populares do Câmara Cascudo e aí foi um caminho sem volta, percorrido nos últimos 20 anos de carreira.”

 

Durante o período de afastamento social, a Cia Mapinguary viveu um grande desafio: levar para as telinhas a emoção de ouvir e ver uma história. “Sentimos tanta falta do olho no olho, ouvir a respiração das pessoas, ver aquele sorriso gostoso”, diz Carlos Godoy.  Sensações que o grupo, integrado também por Gelson dos Santos e Giuliano Del Sole, tiveram de sobra durante o programa Viagem Literária. O público das cidades de Tabapuã, Catanduva e Borborema recebeu o trio com muito calor humano.