/ governosp
As histórias trazem um novo olhar para os fatos do cotidiano - Viagem Literária
Poesia: de 9 a 27 de novembro de 2020 | Contação de Histórias: de 4 a 29 de outubro de 2021

Blog

As histórias trazem um novo olhar para os fatos do cotidiano

Tramas, aventuras, alegrias, decepções, conquistas, perdas. O mundo das histórias reproduz em uma escala fantasiosa acontecimentos do nosso dia a dia e é exatamente essa transposição do real para o imaginário que tanto atraem as crianças. Para os integrantes da Cia Bisclof, Adreísa Cangussú, Ricardo Barison e Beatriz da Matta, as histórias emocionam, cutucam e encantam porque revelam quem somos e o que somos como sociedade.

 

Entre os inúmeros atrativos que fizeram o trio adotar a narração como profissão está a possibilidade de despertar a criatividade e curiosidade nas crianças. “É como se a gente abrisse uma espécie de portal para eles experimentarem sentimentos até então desconhecidos, fazendo com que passem a lidar melhor com as próprias emoções e se desenvolverem como ser humano”, analisam.

 

Parte do processo de fortalecimento emocional está justamente na dualidade da presença de heróis e vilões. Eles trazem à tona assuntos delicados, mas necessários de serem abordados com o público infantil, como morte, dor, separação, medo, raiva e inveja. “Privar as crianças dessa realidade é um ato egoísta porque estamos impedindo que elas vivenciem tudo isso em ambiente seguro e controlado que é a contação”, explicam. Por isso, os narradores aconselham a jamais romantizar ou alterar o fim das histórias porque na vida real nem sempre o bem vence o mal ou o malvado aprende a lição e fica bonzinho. “A frustação faz parte, nem sempre a salvação chega para nos livrar de uma situação de perigo”, completam.

 

A Cia Bisclof foi fundada em 2015 pela atriz Adreísa Cangussú e pelo músico e arte-educador Ricardo Barison. Surgiu do desejo de dialogar através da arte com públicos de todas as idades, utilizando linguagem lúdica, divertida e acessível. O grupo realiza contações de histórias, intervenções artísticas, espetáculos e oficinas em unidades do Sesc, do Sesi, Prefeitura de São Paulo, viradas culturais, festivais literários, entre outros.