/ governosp
Histórias têm valor educativo - Viagem Literária
Poesia: de 9 a 27 de novembro de 2020 | Contação de Histórias: de 4 a 29 de outubro de 2021

Blog

Histórias têm valor educativo

Irene Tanabe começou a fazer narração de histórias em um trabalho voluntário. Jamais imaginou, porém, ser sua nova carreira profissional o que considerava uma diversão. “Faço origamis desde pequena e para entreter as crianças durante a contação de histórias, algo que eu já amava fazer, passei a incluir as dobraduras para ilustrar as cenas e elas amaram. A partir daí comecei a receber convites para ministrar palestras e não parei mais”, conta.

 

Para Irene, um dos grandes desafios da atualidade está em fazer as crianças mesclarem o tempo que passam em diante de equipamentos eletrônicos com as atividades off line. “Esse papel cabe exclusivamente dos pais. Se eles acostumarem a criança a ouvir histórias e apresentar outras possibilidades de entretenimento, ela será mais receptiva à narração em livrarias, bibliotecas, escolas ou outros espaços culturais.”

 

Muito além do entretenimento, as histórias trazem vários ensinamentos. A começar pela própria história familiar que, segundo a contadora, conhecer as nossas raízes é essencial para saber quem somos e o que podemos ser. As histórias também possuem valor educativo. “Além de auxiliar o emocional, contribuem para a inserção de palavras novas no vocabulário, agregam valores morais e aumentam a concentração e a criatividade”, completa.

 

Irene dedica-se à contação de histórias há mais de 15 anos. Já se apresentou em unidades do Sesc, empresas, livrarias, casas de cultura, feiras de livros, eventos e festivais literários. Foi contemplada pelo Programa Nacional de Incentivo à Leitura pela Fundação Biblioteca Nacional.