Jogos, brincadeiras e literatura: convite perfeito para soltar a imaginação - Viagem Literária

Blog

Jogos, brincadeiras e literatura: convite perfeito para soltar a imaginação

Arte e gentileza são os ingredientes usados pela Cia. Ruído Rosa para criar seus projetos de teatro, artes visuais e podcasts. Nessa edição do Viagem Literária, a dupla de contadores de histórias Vítor Freire e Carolina Longano adicionou dois itens a mais nessa receita de sucesso: os jogos e as brincadeiras. O resultado não poderia ser mais saboroso e quem vai degustar esse prato preparado com muito carinho é o público das cidades de Parapuã, Bastos, Marília e Garça, entre os dias 15 e 18 de agosto.

 

Para eles, o Viagem Literária democratiza o acesso à cultura e faz com que artistas encontrem públicos de outras cidades e o público das cidades conheçam artistas de outras localidades, o que resulta em uma grande valorização da arte. Algo que neste ano foi apimentado com o uso de um tempero segredo: a imaginação, que surge quando se lê um livro ou brinca com um jogo. “Acredito muito no poder dos jogos. Eles despertam a nossa criatividade, nos instigam a encontrar soluções possíveis para diferentes situações, ajudam a romper barreiras para interagir com as pessoas e nos permitem dar asas à imaginação”, destaca Vítor.   

 

Carolina lembra que, na prática, a literatura nada mais é do que um convite para os leitores usarem a imaginação. “O livro permite que a nossa imaginação brinque com a imaginação dos autores e autoras e com isso conseguimos ir a lugares nunca sonhados e até criar outros mundos.”

 

A Cia. Ruído Rosa foi criada em 2006 por artistas formados na Universidade de São Paulo. Suas produções foram premiadas por editais do Governo do Estado de São Paulo, Prefeitura de São Paulo, Governo Federal e Cultura Inglesa. Os integrantes pesquisam contações de histórias desde 2008 e têm extenso currículo de apresentações incentivando a leitura de clássicos da literatura.

 

 

 

 

 

 

Governo do Estado de SP