Geneviève Patte, da França, falará a respeito dos novos olhares sobre a literatura infantil. Já Juana Imelda Hernández Mendoza,
da Guatemala, abordará como as bibliotecas contribuem para desenvolver as comunidades

 

O 9º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias (Seminário Biblioteca Viva), que discute os desafios do setor no Brasil, traz duas especialistas renomadas: a francesa Geneviève Patte e a guatemalteca Juana Imelda Hernández Mendoza. O evento é promovido pela Unidade de Difusão, Biblioteca e Leitura (UDBL), da Secretaria da Cultura do Estado, e será realizado entre os dias 7 e 9 de novembro no Memorial da América Latina, em São Paulo. Um dos objetivos é a valorização dos profissionais e das bibliotecas para a melhoria dos serviços prestados ao cidadão.

Na segunda-feira, dia 7, às 9h30, a diretora de biblioteca e palestrante internacional Juana Imelda Hernández Mendoza, da Guatemala, com a exposição Biblioteca como espaço de integração e oportunidades para gerar o desenvolvimento da comunidade. Juana é graduada em Serviço Social, com ênfase em Desenvolvimento Gerencial pela Universidad Rafael Landivar – Campus Quetzaltenango – na Guatemala.

A bibliotecária e consultora internacional Geneviève Patte, da França, fala no dia 8, terça-feira, às 14h00, na palestra Novos olhares sobre a leitura infantil: o que faz com que as crianças leiam assim? Formada em biblioteconomia na França, Munique e Nova York, especializou-se em literatura infantil e foi consultora em diversos projetos internacionais sobre a promoção da leitura, principalmente na América Latina, na Ásia e em alguns países africanos.

 

Sobre o Seminário Biblioteca Viva

A Unidade de Difusão Cultural, Biblioteca e Leitura (UDBL), da Secretaria da Cultura do Estado, e a SP Leituras organizam em São Paulo, de 7 a 9 de novembro de 2016, o 9º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias (Seminário Biblioteca Viva). O evento reúne cerca de 600 bibliotecários, profissionais de bibliotecas, dirigentes de cultura e estudantes de áreas afins, e trata da valorização das bibliotecas para a disseminação da leitura e da informação, além de apresentar cases nacionais e internacionais das melhores práticas do segmento.

 

Geneviève Patte

Dirigiu durante 35 anos a associação La Joie par les Livres, responsável por uma biblioteca infantil na periferia parisiense que contribuiu para o desenvolvimento e reformulação das bibliotecas para crianças e jovens em muitos países. Criou o Centro Nacional do Livro para Crianças e a revista do Livro para Crianças, publicada atualmente pela Biblioteca Nacional da França. Para organizações como Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias (IFLA), UNESCO e International Board on Books for Young People  (IBBY), realizou os primeiros seminários internacionais sobre bibliotecas para crianças e jovens nas regiões em Leipzig, na Alemanha (1981), Caen, na França(1990), e Bangkok, na Tailândia (1999). Foi indicada ao Astrid Lindgren, o mais prestigiado prêmio da literatura infantojuvenil do mundo. Seu principal livro, Deixe que leiam, foi publicado no Brasil pela Ed. Rocco.

 

Juana Imelda Hernández Mendoza

Foi coordenadora regional e supervisora de bolsas para CODEFEM – Defesa dos Direitos das Mulheres. Foi também técnica investigadora da Academia de Línguas Maias da Guatemala na comunidade linguística Tz’utujil em 2011. Atualmente, é diretora da Biblioteca Comunitária Rija’tzuul Na’ooj, em San Juan La Laguna, Sololá, onde coordenou em 2013 e 2014 o projeto Centro de Negócios.

 

Serviço

9º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias

Seminário Biblioteca Viva

Data: 7 a 9 de novembro

Local: Auditório da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Memorial da América Latina, entrada pelo portão 10

Endereço: Avenida Auro de Moura Andrade, 564, Barra Funda, São Paulo (SP)

Ao lado da estação Barra Funda do Metrô

Telefone: (11) 3155-5444