/ governosp

O webinar “Escritoras Negras nas Bibliotecas: Ações de Combate à Invisibilização”, realizado na tarde de 27 de maio, apresentou experiências em torno do tema nos territórios norte-americano e brasileiro. Com foco na potência das iniciativas e destacando a necessidade de um maior espaço dedicado aos livros dessa autoria, o evento teve a participação de Ola Ronke (The Free Black Women’s Library) e Carine Souza (Mulheres Negras na Biblioteca), e mediação de Semayat Oliveira (Nós, mulheres da periferia). As três compartilharam o conhecimento e a alegria de estarem reunidas em torno dessa causa e o entusiasmo com os seus projetos em andamento.

Com 139 pessoas, de 15 Estados e 72 municípios do País, a mesa-redonda foi palco para o debate sobre o comportamento de leitores e da realização de ações de incentivo à leitura de obras de autoras negras. A abertura da atividade ficou por conta de Giovanna Carvalho Sant´Ana, gerente de Programas e Projetos do SisEB, que falou sobre o informativo “O Advocacy de 10 minutos da biblioteca”. Trata-se de série com dicas práticas para que os que trabalham no meio possam promover o advocacy na sua localidade. A ação acontece em parceria com a FEBAB (Federação Brasileira de Associações, Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições), e você confere a primeira edição clicando aqui.

A mediação do webinar foi conduzida por Semayat Oliveira, jornalista, escritora e documentarista. Cofundadora do grupo jornalístico Nós, mulheres da periferia, ela atua há dez anos em ações para criar novos imaginários e narrativas sobre mulheres brasileiras, periferia e população negra. Semayat fez questão de lembrar como foi calorosamente recebida por Ola em Nova York, EUA, como conheceu e se emocionou com The Free Black Women´s Library. O projeto configura-se em uma biblioteca móvel e instalação biblio-interativa concentrada na produção literária de mulheres negras. A apresentação da artista e ativista comunitária Ola ganhou participação da própria palestrante. Ela salientou que a iniciativa passa agora por uma nova fase: a da busca e implantação de um espaço físico e permanente para a biblioteca.

Apresentada por Samayat, Carine Souza, que é técnica em Biblioteconomia, estudante de Letras, produtora cultural e idealizadora do projeto Mulheres Negras na Biblioteca, também compartilhou novidade: a estreia de programa de troca de livros de autoras negras, com direito ao passo a passo em https://www.mulheresnegrasnabiblioteca.com.br/como-funciona. Feliz com o lançamento da iniciativa (a primeira biblioteca online de troca de livros de autoras negras do Brasil), Carine falou da inspiração na The Free Black Women´s Library e da emoção em dividir o webinar com Ola. A participação também incluiu detalhamento da gênese e do desenvolvimento do Mulheres Negras na Biblioteca. Esse projeto foi idealizado e organizado por profissionais de Biblioteconomia e Letras que se dedicam, desde 2016, a promover atividades culturais a fim de contribuir para a formação e aumento do público leitor de autoras negras.

Ola destacou a necessidade de mais espaços para o protagonismo dessas escritoras, independentemente do país da iniciativa. Ela, que reconheceu a evidente maior presença de bibliotecas em seu país do que no Brasil, falou desses centros como lugares de acolhimento para diferentes faixas etárias e com interesses diversos. Acolhida e reconhecimento, temas também compartilhados por Carine, ao detalhar os debates em torno de livros e leituras realizados por aqui. Em breve, o vídeo completo do encontro estará disponível em nosso canal do YouTube, onde você encontra outros conteúdos que podem ser do seu interesse. Perdeu esse webinar? Fique por dentro da nossa programação, e inscreva-se para as próximas atividades do SisEB em http://siseb.sp.gov.br/agenda/.

Ouvidoria Transparência SIC