/ governosp
'É importante termos a poesia, com visibilidade', diz Lubi Prates - Viagem Literária
Poesia: de 9 a 27 de novembro de 2020 | Contação de Histórias: de 1º a 19 de março de 2021

Blog

'É importante termos a poesia, com visibilidade', diz Lubi Prates

Poeta, tradutora, editora, curadora de literatura e doutoranda em Psicologia do Desenvolvimento Humano (USP), Lubi Prates está entre os  convidados a participar do primeiro módulo do 13º Viagem Literária, "Poesia: Oficinas e Bate-papos com Escritores". Entre 9 e 27 de novembro, a autora e outros 14 poetas percorrerão 61 bibliotecas de 60 cidades, incluindo a capital paulista, ministrando oficinas e em conversas com o público. Confira o roteiro completo no serviço, ao fim do texto. 

Promovido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado por meio do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB), o Viagem Literária é realizado pela Organização Social SP Leituras. O programa foi finalista do 62º Prêmio Jabuti, na categoria Fomento à Leitura, dentro do eixo Inovação.

Prates é autora dos livros "Coração na Boca", "Triz" e "Um Corpo Negro" (bolsa de criação e publicação de poesia pelo Programa de Ação Cultural). Esta última obra está em processo de publicação na Argentina, Colômbia, Estados Unidos, Espanha e França, além de ter sido finalista do 61º Prêmio Jabuti e do 4º Prêmio Rio de Literatura. 

A autora publicou em plaquetes, antologias e revistas nacionais e internacionais. Sócia-fundadora da nosotros, editorial, edita a revista literária Parênteses e dedica-se a ações que combatem a invisibilidade de mulheres e negros.

A seguir, ela antecipa, em duas perguntas, um pouco de sua visão sobre a poesia:

Qual a importância da poesia na literatura contemporânea?

Eu gosto muito de pensar que poemas são como uma “janela”: nos dá acesso à paisagem que está além das paredes, mas sem nos transportar pra lá. Aquilo de “fazer muito com pouco”. Pela poesia ser um gênero, geralmente, mais curto e os poemas poderem ser lidos de forma independente, sem uma sequência pré-estabelecida, creio que nos gere essa sensação de ser uma necessidade a ser suprida imediatamente. Assim como os outros gêneros literários, é importante termos a poesia, com visibilidade.

Quais são os poemas que a gente deve ler para se iniciar nessa forma literária?

"Da calma e do silêncio", de Conceição Evaristo.

Além de Lubi Prates, fazem parte do primeiro módulo do 13º Viagem Literária os escritores Allan da Rosa, Bruna Beber, Chacal, Daniel Minchoni, Dinha, Eliane Marques, Jonas Samaúma, Patrícia Meira, Pedro Marques, Renato Negrão, Rodrigo Ciríaco, Ronald Augusto, Ryane Leão, e Wilberth Salgueiro. 

O segundo módulo, "Contação de Histórias: Contos Populares", que acontece de 1º a 19 de março de 2021, percorrerá circuito semelhante.

Desde que o Viagem Literária começou, em 2008, foram percorridos 218 municípios paulistas, com 207 convidados, atingindo a um total de mais de 340 mil pessoas. Foram bate-papos, oficinas, rodas de contação de histórias e outros eventos que fizeram conhecimento circular no Estado de São Paulo.

Confira o roteiro de Lubi Prates:

Oficinas às 14h30 | Bate-papos às 19h 

16/11 - Junqueirópolis - Biblioteca Prof. Jarbas de Barros Cézar

17/11 - Adamantina - Biblioteca Cônego João Baptista de Aquino

18/11 - Herculândia - Biblioteca Francisco Rodrigues Simões

19/11 - Marília - Biblioteca João Mesquita Valença

A programação completa, com os artistas e grupos de artistas que fazem parte da etapa estão no site do programa: www.viagemliteraria.org.br.

Ouvidoria Transparência SIC