/ governosp
Allan da Rosa vê na poesia um meio para manter abertos e expandir os horizontes da sensibilidade - Viagem Literária
Poesia: de 9 a 27 de novembro de 2020 | Contação de Histórias: de 1º a 19 de março de 2021

Blog

Allan da Rosa vê na poesia um meio para manter abertos e expandir os horizontes da sensibilidade

Angoleiro (capoeirista), historiador, mestre e doutorando na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, Allan da Rosa está entre os escritores convidados a participar do primeiro módulo do 13º Viagem Literária, "Poesia: Oficinas e Bate-papos com Escritores". Entre 9 a 27 de novembro, o autor e outros 14 poetas percorrerão 61 bibliotecas de 60 cidades, incluindo a capital paulista, ministrando oficinas e em conversas com o público.

Promovido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado por meio do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB), o Viagem Literária é realizado pela Organização Social SP Leituras. O programa é finalista do 62º Prêmio Jabuti, na categoria Fomento à Leitura, dentro do eixo Inovação.

Rosa foi um dos escritores que começou o movimento de Literatura Periférica de São Paulo. Ele pesquisa e atua em ancestralidade, imaginário e cotidiano negro. Já palestrou, recitou, oficinou e debateu em rodas, feiras, universidades, bibliotecas e centros comunitários de muitos estados do Brasil e mais seis países. 

Ele é autor de "Da Cabula" (Prêmio Nacional de Dramaturgia Negra, 2014), "Zagaia", dos livros-CD "A Calimba e a Flauta" e "Mukondo Lírico" (Prêmio Funarte de Arte Negra, em 2014), além do ensaio "Pedagoginga, Autonomia e Mocambagem", entre outras obras.

A seguir, ele antecipa, em duas perguntas, um pouco de sua visão sobre a poesia:

Qual a importância da poesia na literatura contemporânea?

A poesia pode manter abertos e expandir os horizontes da sensibilidade. Pode gerar, aguçar e lapidar novas dúvidas, que fertilizem a compreensão das pessoas e das relações entre as forças que compõem os nossos mundos. Em nossa época de berreiros de certezas (mesmo que revestidos por sussurros reticentes ou lambidas sutis de ódio), de bombardeio de exclamações e de discursos feitos sob medida para agradar clubes e bolhas, com seus fraseados medidos para a captura das atenções pelas emoções imediatas da gente, a poesia mesclando sensibilidade e raciocínio pode vitaminar e acariciar o pensamento, oferecendo saborosa a teia entre imaginação, linguagem e vivência.

Quais são os poemas que a gente deve ler para se iniciar nessa forma literária?

Há muitas possibilidades. Como princípio do passo e da travessia, talvez orne bem o poema que se assume duvidoso enquanto oferece orientes, o poema que instiga o movimento e também, com elegância, desafia as certezas dos pés. O poema que encontre alguém dentro de seus próprios labirintos, mas que não deseje se encerrar nesta pessoa que o lê, nem impor que seus jeitos de escutar e tocar os mundos definam absolutamente o que existe nos caminhos a se descobrir. Talvez valha iniciar sugerindo que é com outras tantas pessoas e obras que se faz a estrada, mesmo que elas pareçam distantes nos tempos das memórias, dos desejos, dos sonhos e traumas, ou nas passagens e encontros pelas curvas das estradas.

Além de Allan da Rosa, fazem parte do primeiro módulo do 13º Viagem Literária os escritores Bruna Beber, Chacal, Daniel Minchoni, Dinha, Eliane Marques, Jonas Samaúma, Lubi Prates, Patrícia Meira, Pedro Marques, Renato Negrão, Rodrigo Ciríaco, Ronald Augusto, Ryane Leão, e Wilberth Salgueiro. 

O segundo módulo, "Contação de Histórias: Contos Populares", que acontece de 1º a 19 de março de 2021, percorrerá circuito semelhante.

Desde que o Viagem Literária começou, em 2008, foram percorridos 218 municípios paulistas, com 207 convidados, atingindo a um total de mais de 340 mil pessoas. Foram bate-papos, oficinas, rodas de contação de histórias e outros eventos que fizeram conhecimento circular no Estado de São Paulo.

Confira o roteiro de Allan da Rosa:

Oficinas às 14h30 | Bate-papos às 19h 

16/11 - Ribeirão Corrente - Biblioteca Benedita Maria Mendes Machado

17/11 - Colina - Biblioteca Ellis Vaz de Almeida

18/11 - Sertãozinho - Biblioteca Profa. Sônia Regina Mossin Garcia

19/11 - Santa Rosa do Viterbo - Biblioteca Profa. Licinia Nogueira Magalhães

A programação completa, com os artistas e grupos de artistas que fazem parte da etapa estão no site do programa: www.viagemliteraria.org.br.

Ouvidoria Transparência SIC