Nesta segunda-feira, 25 de julho, o Viagem Literária realizou o Módulo Inicial na Biblioteca de São Paulo (BSP) para esclarecer as equipes de bibliotecas sobre os objetivos e principais aspectos do programa, além fornecer orientações para a execução de suas diversas etapas. Em 2016, o Viagem Literária vai promover 170 eventos de contações de histórias em 85 cidades do litoral e interior paulista, entre os dias 12 e 30 de setembro. O programa da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo integra o conjunto de ações do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB) e tem números significativos: desde 2012 foram realizados 970 eventos com público somado de 108 mil pessoas.

Para o diretor executivo da SP Leituras, Pierre André Ruprecht, a atividade do dia 25 serviu para reunir ‘missionários’ do universo da literatura. Comentou que o Viagem deste ano tem muitas novidades e que as diretrizes do programa estão alinhadas com o conceito de biblioteca viva, como aproximá-la da comunidade e fortalecer seu protagonismo. “É importante que seja feito dentro das bibliotecas porque atrai a atenção de todos para este centro cultural. A nossa ambição é que a mediação da leitura seja um instrumento de formação de cidadania. Para isso, é importante a preparação da cidade para receber o Viagem. As nossas pesquisas mostram que quanto mais preparada está a cidade, melhor é a qualidade do programa”.

Também falou no evento a coordenadora da Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura (UDBL), Silvia Antibas, representando a Secretaria da Cultura. A gestora comentou que todos os presentes estão lutando pelos mesmo objetivos e que o Viagem Literária tem cumprido com êxito a sua missão desde seu lançamento em 2008. “Esses encontros dinamizam as bibliotecas públicas municipais, além de incentivar o gosto pela leitura e pelos livros. Essa intenção permanente é feita em conjunto com todos os parceiros”.

Na sequência, a equipe de Programas e Projetos da SP Leituras esclareceu os fundamentos e objetivos do programa deste ano, os detalhes da pesquisa de qualidade realizada em 2015, dicas de como melhorar as ações de divulgação local e preparação de público, explicações de como são feitos os roteiros e a seleção dos profissionais e uma apresentação com os números e o impacto do Viagem Literária nas bibliotecas municipais. Em 2016, a programa vai levar às 85 cidades 17 grupos de contadores de histórias em dois horários no mesmo dia. A contação de histórias foi escolhida pois facilita o contato com a literatura de uma forma divertida e lúdica, além de proporcionar entretenimento para crianças, jovens e adultos.

A parte da tarde do Módulo Inicial foi destinada ao esclarecimento de dúvidas dos profissionais de bibliotecas, além de abrir um espaço para a troca de experiência entre seus pares. Vale lembrar que em 2016, 26 cidades vão participar do programa pela primeira vez. Para finalizar, a atriz Kiara Terra conduziu uma contação de história, uma pequena amostra dos eventos que vão ser realizados em setembro.

Veja fotos da atividade: