Para definir diretrizes de ação para o sistema, representantes de 30 municípios reuniram-se para trocar informações e debater políticas para bibliotecas públicas, comunitárias e salas de leitura.

Na nova sede da Biblioteca Pública Municipal João Mesquita Valença em Marília estiveram reunidos no dia 31 de julho de 2017, mais de 60 representantes de 30 municípios da região para a realização do primeiro Encontro Regional de Gestores Municipais e Bibliotecas organizado pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).

O encontro foi prestigiado pelos secretários André Gomes Pereira e José Alcides Faneco, titulares das secretarias da Cultura e Administração de Marília, respectivamente. Os participantes foram recepcionados pela bibliotecária Rosane Fagotti Voss, diretora da biblioteca de Marilia.

Representando a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo compareceram Silvia Antibas, coordenadora da Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura, e Alaíde Siqueira César e Ilíria Pilissari. A SP Leituras foi representada pelo seu diretor executivo Pierre André Ruprecht e pela equipe de Projetos e Programas Culturais.

Na parte da manhã, Silvia Antibas e Pierre Ruprecht apresentaram um resumo dos programas da Secretaria da Cultura e das ações do SisEB.  Muitos participantes desconheciam a abrangência do SisEB que além de outras importantes iniciativas, como o Seminário Biblioteca Viva, realizou 319 eventos de capacitação com mais de 12 mil participantes, entre gestores públicos, profissionais de biblioteca e das áreas da Educação e Cultura, alcançando 405 municípios paulistas desde 2011.

Na parte da tarde, discutiu-se o documento Diretrizes da Política de Bibliotecas Públicas do Estado de São Paulo, que vem sendo construído de forma colaborativa entre a UDBL/Secretaria da Cultura e gestores municipais e profissionais de bibliotecas. Grupos de trabalho foram formados, resultando em diversas contribuições, não só para dar mais clareza ao texto, como para a inclusão de novos objetivos e aprimoramentos nas funções cultural, patrimonial, social, educativa e econômica das bibliotecas do sistema.

Os participantes também apresentaram sugestões importantes para os programas de estímulo à leitura, cursos presenciais e a distância e para a integração regional entre as bibliotecas públicas, comunitárias e salas de leitura.

Para Pierre Ruprecht, “o encontro foi altamente positivo, pois a intenção de ouvir os profissionais que atuam na linha de frente foi plenamente alcançada. Deu para perceber o entusiasmo vivo de todos os que acreditam nas bibliotecas como equipamentos que contribuem para a formação e o exercício da cidadania em cada município.”

Com a mesma finalidade de aprimorar as diretrizes da política de bibliotecas públicas para melhor atender às unidades municipais, o SisEB realizará mais 7 encontros regionais neste ano. Os próximos acontecerão em Itapetininga (14/8) e Jundiaí (28/8).

Veja a programação completa aqui.