A partir de hoje a nossa página no facebook do SisEB está mais acessível. E convida você para tornar sua biblioteca mais inclusiva fazendo descrição das imagens publicadas.

A hashtag #sisebacessível indica que haverá a descrição visual do conteúdo da imagem que ilustra um texto. E para quem pode enxergar, a hashtag lembra que os cegos são pessoas atuantes e muito presentes nas redes sociais

Como funciona a descrição de imagens para cegos?

Atualmente existem programas que transformam em voz todos os textos que são mostrados na tela. Porém, se existir uma imagem, ela será ignorada se não estiver descrita para ser transformada em voz. Isso é muito importante para que as pessoas com deficiência visual consigam compreender integralmente os textos de seu interesse.

Vamos todos tomar uma atitude inclusiva?

Sugestão de como descrever as imagens para textos acessíveis nas redes sociais.

  1. Coloque a hashtag #sisebacessível
  2. Anuncie o tipo de imagem: fotografia, cartum, tirinha, ilustração etc.
  3. Comece a descrever da esquerda para a direita, de cima para baixo, seguindo a ordem natural de escrita e leitura ocidental.
  4. Informe as cores: fotografia em tons de cinza, por exemplo. Quando a foto for colorida, não precisa informar “fotografia colorida”, porque você vai dizer as cores dos elementos da foto na descrição e a indicação ficará redundante. Se você já vai dizer que o livro tem capa vermelha, ao lado de flores amarelas, não preciso dizer que a foto é colorida.
  5. Descreva todos os elementos de um determinado ponto da foto e só depois passe para o próximo ponto, criando uma sequência lógica.
  6. Seja objetivo.
  7. Evite adjetivos, opiniões e julgamentos. Se você acha algo lindo, feio ou agradável, não manifeste sua opinião: deixe a pessoa com deficiência decidir a partir da sua descrição.

Capriche!

Siga-nos! SisEB.