Quando:
25 de julho de 2017@10:00 – 17:00
2017-07-25T10:00:00-03:00
2017-07-25T17:00:00-03:00
Onde:
Biblioteca de São Paulo
Av. Cruzeiro do Sul
2630 - Santana, São Paulo - SP
Brasil
Custo
Grátis
Contato:
SisEB
(11) 3155-5444
Contação de histórias: a paixão pela palavra - SÃO PAULO @ Biblioteca de São Paulo | São Paulo | Brasil

OFICINA COM KIARA TERRA
Paulistana, estudou no Teatro Escola Célia Helena. Fez Comunicação das Artes do Corpo na PUC/SP. Contadora de histórias desde 1998. Em 2009 lançou seu primeiro livro “A menina dos pais criança”. Também escreveu “Hocuspocus” e “O Tatu-bola e a Girafa”. Há 15 anos criou o método de contação de histórias chamado a História Aberta, em que a narrativas acontecem com participação do público. Escuta e técnicas de improvisação são os principais recursos desse modo de narrar histórias. Atualmente apresenta-se em todo o Brasil para crianças e adultos, atuando também na formação de educadores.

As inscrições serão abertas dia 26 de junho.

Importante
Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por e-mail e/ou telefone, com até 72 horas de antecedência do início da atividade.

A paixão pela palavra – Narrar escrever ler para pertencer ao mundo – Um olhar sobre como construir conhecimento de modo colaborativo. Na biblioteca, histórias novas nascem, muitas se transformam todos os dias. Algumas vezes de modo delicado e silencioso: quando a história da pessoa encontra a história do livro. As transformações pequenas e constantes geram homens e mulheres com capacidade de se vincular ao espaço que convivem, aprender a amar, reconhecer sua memória e colaborar para sua continuidade.

CONTEÚDO
• Como escolher e adaptar uma narrativa;
• Adaptando a narrativa clássica para uma história interativa;
• Como desenvolver uma história envolvente;
• Redes para construção do conhecimento;
• Leitura integral da capacidade de atribuir sentido ao que se vive;
• O narrador;
• Desenvolvendo a capacidade de escuta e condução da participação;
• O encontro significativo entre as histórias a memória e a narrativa compartilhada;
• Do objeto cênico às técnicas de narração interativas.

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura.

Vagas limitadas!