Nomes como Hilda Hilst (1930-2004) e Adolfo Bioy Casares (1914-1999) são grandes destaques literários em 2018. A poeta, romancista e dramaturga brasileira é homenageada da Flip e autor argentino tem segundo volume das ‘Obras Completas’ publicado no país.

Além de ser a terceira mulher na história da Flip a ser homenageada, Hilda Hilst é destaque em 2018 pela Companhia das Letras, com o livro Da Prosa que traz uma reunião de sua obra de ficção. Já Adolfo Bioy Casares, chega às livrarias na segunda parte da trilogia organizada por Daniel Martino, que compreende um romance – Diário da Guerra do Porco (1969) – e três antologias de contos – Grinalda com Amores (1959), O Lado da Sombra (1963) e O Grão-serafim(1967) –, além de memórias, ensaios e artigos publicados entre 1959 e 1971.

Outros destaques nacionais que ganharão as prateleiras no ano que vem. A poeta nacional (de coração) Marina Colassanti, em 2018, a Record publica dois livros da autora para públicos diferentes: Mais Longa Vida, de poesia; e Classificados e Nem Tanto 2, infantil que sai pelo selo Galera. E o vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura em 2013 por Antiterapias, Jacques Fux publica em 2018 seu novo livro, Nobel, pela José Olympio.

Veja também os destaques de Contos, Inéditos, Traduções e Cinema em Estadão