Curadora: Dolores Prades Instituto Emília
Publisher da Emília e consultora editorial, é doutora em História Econômica pela USP e especialista em Literatura Infantil e Juvenil pela Universitat Autònoma de Barcelona. Diretora do Instituto Emília e do Laboratório Emília de Formação, coordena no Brasil a Cátedra Latinoameriacana y Caribeña de Lectura y Escritura. Professora convidada do Master da Universitat Autònoma de Barcelona e membro do júri do Prêmio Hans Christian Andersen do Bologna Children Award (2016). É consultora da Feira do livro Infantil de Bologna para América Latina desde 2017.

Amanda Leal de OliveiraUniversidade de São Paulo
Socióloga, doutora em Ciência da Informação, professora colaboradora no Departamento de Editoração da Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP). Tem experiência de mais de 15 anos em projetos em bibliotecas comunitárias, oficinas e cursos na área de formação de mediadores de leitura. Atualmente coordena o Projeto Piracaia na Leitura, na cidade de Piracaia-SP, é pesquisadora do Colaboratório de Informação e Educação (Infoeducação / CBDECA-USP), consultora do Programa Ler é uma Viagem e integrante dos Institutos A Cor da Letra e Cultura Etc.

 

Ana Paula CechinelSesc São Paulo
Em breve

Bel Santos Mayer
Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (Ibeac)
Educadora social, mestranda em Lazer e Turismo (EACH/USP), Bacharel em Turismo (Universidade Anhembi/Morumbi), Licenciada em Ciências Matemáticas (Universidade São Judas Tadeu) e especialista em Pedagogia Social (Universitá Salesiana Di Roma). Desde 1988 atua em organizações não governamentais e facilita processos de criação de bibliotecas comunitárias gerenciadas por adolescentes e jovens. É empreendedora social da Ashoka (2004). Coordena o Programa de Direitos Humanos do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (Ibeac) desde 1997 sendo responsável pela elaboração e coordenação de projetos de formação em Diversidade, Direitos Humanos, Relações de Raça e Gênero e Direitos de Crianças e Adolescentes. Desde 2010 é gestora da Rede LiteraSampa e do programa de formação de jovens da Biblioteca Comunitária Caminhos da Leitura. Representou as bibliotecas comunitárias no processo de elaboração do Plano Municipal do Livro, da Leitura, da Literatura e das Bibliotecas de São Paulo (GT do PMLLLB/SP).

 

Camila Cabete Kobo
Tem formação clássica em História e foi responsável pelo setor editorial de uma editora técnica por alguns anos. Entrou de cabeça no mundo digital ao se tornar responsável pelos setores editorial e comercial da primeira livraria digital do Brasil, a Gato Sabido, além de ter feito pós-venda e suporte às editoras e livrarias da Xeriph, a primeira distribuidora de conteúdo digital do Brasil. Hoje é a Brazil Senior Publisher Relations Manager da Kobo Inc. e é a parceira da Beatriz Alves no podcast As Desqualificadas pela Central 3.

 

Edi FonsecaCenpec – Educação, Cultura e Ação Comunitária / Instituto Avisa Lá
Pedagoga, narradora oral e atriz. Graduada em Pedagogia pela USP e pós-graduada pela FACON no curso A Arte de Contar Histórias. Sócio-coordenadora da Roda Fiandeira – Consultoria em Educação e Cultura. Autora do livro Com olhos de ler – Coleção Interações da editora Blucher. Atualmente é colaboradora do CENPEC, da Revista Emília e atua como formadora de professores e gestores pelo CEDAC e pelo Instituto Avisa Lá.

 


Eduardo Albano 
UBook
Em breve

Eliana Yunes
Instituto Interdisciplinar de Leitura da PUC-RJ / Cátedra Unesco de Leitura
Pós-doutora em Leitura pela Universidade de Colônia, Alemanha (1991), doutora em Linguística pela Universidade de Málaga, Espanha (1976), e em Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1986), mestre em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1974) e graduada em Filosofia e Letras pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1971). Atualmente é professora associada da PUC-RJ, e professora visitante em diversas universidades brasileiras e do exterior. Tem experiência na área de educação, políticas públicas, administração cultural e teologia, atuando principalmente na linha de formação de leitores em perspectiva interdisciplinar. Criou para a Biblioteca Nacional, o Programa Nacional de Leitura (Proler), é assessora do Cerlalc/Unesco e assumiu a direção da Cátedra Unesco de Leitura no Brasil entre 2006 e 2013, quando passou ao Instituto Interdisciplinar de Leitura da PUC-Rio (iiLer) cujo o setor de pesquisas e publicações coordena hoje, assim como preside seu Conselho de Desenvolvimento.


Ferréz Escritor
Prestes a completar 20 anos de carreira, o escritor Ferréz (“Capão Pecado”),  fundador do selo Literatura Marginal, e com obras publicadas em nove países, tráz além da bagagem da literatura e da cultura hip hop,  também sua inserção na  econômia criativa com sua marca de roupas totalmente periférica  a start up 1 da Sul que já tem 18 anos e seu foco no trabalho social com sua ong Interferência que já atende mais de 100 crianças na região do capão redondo, ele vem  para discutir a potência da palavra da periferia, a urgência dessas vozes e seu impacto nos âmbitos sociais e culturais atuais.

 


Gustavo Lembert TAG Livros
Formado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é um empreendedor de 26 anos. Em 2013, decidiu que os livros, que o haviam acompanhado durante sua vida apenas como hobby, deveriam se tornar seu trabalho. Junto a dois amigos, fundou a TAG – Experiências Literárias, clube que revolucionou o mercado editorial brasileiro e hoje conta com mais de trinta mil associados espalhados ao redor do país.

 


Jacques Fux 
– Escritor
Formado em Matemática, mestre em Ciência da Computação, doutor em Literatura Comparada pela UFMG e Docteur em Langue, Littérature et Civilisation Françaises pela Université de Lille 3, França. Foi pesquisador visitante no Departamento de Romance and Languages na Universidade de Harvard (2012-2014). Pós-doutor em Teoria Literária pela UNICAMP e pela UFMG. Com seu livro de crítica literária – Literatura e Matemática: Jorge Luis Borges, Georges Perec e o OULIPO (Editora Perspectiva, 2016) venceu o Prêmio Capes pela melhor tese do Brasil em Letras/Linguística e foi finalista do Prêmio APCA de 2016. Foi também Vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura em 2013 com seu primeiro romance, Antiterapias (Editora Scriptum 2012 e 2013 – 2ª Edição). Autor de Brochadas: confissões sexuais de um jovem escritor (Rocco, 2015) – manuscrito que recebeu uma Menção Honrosa no Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte e Meshugá: um romance sobre a loucura (José Olympio, 2016), manuscrito vencedor do Prêmio Manaus de Literatura 2016 e Nobel (José Olympio, 2018). Também foi finalista do Prêmio Barco a Vapor e escritor residente na Ledig House em New York.


Júlio Ludemir Festa Literária das Periferias (FLUPP)
Em breve


Marcos Felipe
Mungunzá de Teatro
Ator, jornalista e arte-educador da Cia. Mungunzá de Teatro. Um dos responsáveis pela produção e curadoria do Teatro de Contêiner Mungunzá.


Maria Emília Lopez [Argentina] Universidade de Buenos Aires
Especialista em educação precoce e leitura na primeira infância. Trabalhou como assessora de programas de educação inicial no México, Brasil e Colômbia e é diretora do Jardim Materno da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires (Prêmio Vencedor 2014 do Programa de Leitura e Biblioteca). É diretora da “Colección del melón-libros que piensam la infancia” (Editorial Lugar) e autora de “Un pájaro de aire. La formación de los bibliotecarios y la lectura en la primera infância” e “Un mundo abierto. Cultura y primera infância”.

 


Marilena Nakano Rede de Pequenas Bibliotecas Vivas de Santo André-SP
Pedagoga e historiadora com mestrado e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo, pós-doutorado em Educação pela Université Paris XIII. Professora aposentada pelo Centro Universitário Fundação Santo André, onde atuou no campo da formação de professores. Pesquisadora tendo os jovens como sujeito principal de pesquisa. Atuação profissional na África (São Tomé e Príncipe e Cabo Verde), França (metropolitana e Guiana Francesa) e no Brasil no campo da educação escolar e não-escolar (junto a comunidades vulneráveis).

 


Paulo Endo Universidade de São Paulo
Psicanalista, pesquisador e professor Livre-Docente da Universidade de São Paulo. Pós-graduado em Humanidades, Direitos e Outras Legitimidades (FFLCH-Diversitas). É coordenador do Grupo de Pesquisa em Direitos Humanos, Democracia, Política e Memória do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA/USP).

 

 


Pierre André Ruprecht SP Leituras
Administrador pela FGV-SP. Foi professor de Metodologia da Pesquisa na área de Comunicação. Coordenou a área de multimeios e formação na Fundap. Ministrou cursos para o Senac, Fundação Cenafor, entre outros. Foi coordenador geral da assessoria da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e gerente de planejamento e dirigente em empresas, entre elas a Editora Brasiliense e, mais recentemente, gerente de projetos na área cultural. É tradutor e diretor-executivo da SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura.

 


Rodrigo Ciríaco Biqueira Literária
Educador e escritor, formado em História pela Universidade de São Paulo, com 15 anos de experiência na rede pública estadual e municipal de ensino. Autor dos livros Te pego lá fora, 100 mágoas e Vendo Pó…esia. Editou e publicou diversas antologias de jovens e adolescentes, autores de escolas públicas. Participa há mais de 12 anos do movimento de saraus da periferia da cidade de São Paulo. É curador do Sarau dos Mesquiteiros, Slam Rachão Poético e Biqueira Literária: prosa e poesia. Entre 2014 e 2016, participou do Conselho Executivo do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL). É autor do livro Pedagogia do Sarau, em fase final de edição para publicação ainda em 2018 pelo selo Um por Todos.

 


Stela Barbieri
Binah Espaço de Artes
Artista plástica, educadora, escritora e contadora de histórias.  Foi curadora do Educativo da Bienal de Artes de São Paulo e diretora da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake. É assessora de artes da educação infantil e ensino fundamental na escola Vera Cruz e prestou assessoria nas escolas Castanheiras e Nossa Senhora das Graças. Fez parte do Conselho Consultivo do Programa Gulbenkian Educação para a Cultura e Ciência (PGECC), em Lisboa, Portugal e atualmente faz parte do conselho da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

 Também coordenou o curso de pós-graduação em Museus e Instituições Culturais, do Instituto Singularidades. Contadora de histórias experiente, é autora de 20 livros infantojuvenis. É diretora do Bináh Espaço de Arte.


Talita Taliberti 
Amazon Brasil
Em breve


Vera Athayde
OCA Escola Cultural
Pernambucana, arquiteta, educadora, mestre em Artes pela Unicamp e doutoranda na ECA/USP. Coordenadora do Centro de Referência da Cultura Brasileira do Ponto de Cultura Oca Escola Cultural, no município de Carapicuíba/SP. Membro do grupo interinstitucional de pesquisa Corpo e Ancestralidade da UNICAMP/USP. Ex-membro da diretoria do Fórum para as Culturas Populares e Tradicionais. Membro da Rede Latino-Americana de Cultura Viva Comunitária (Bolívia, Equador e El Salvador). Em 2017, desenvolveu um intercâmbio de estudos com o Centro Cultural Africano Fernando Ortiz, em Santiago de Cuba.